Star Wars - Ep VII - Crítica Negativa (com spoilers)

Star Wars – Ep VII – Crítica Negativa (com spoilers)

Nosso leitor, Antonio Montenegro nos enviou uma crítica negativa de Star Wars Ep. VII – O Despertar da Força, embora não seja o nosso ponto de vista achamos interessante postar.

Segue abaixo a crítica, na integra:

(Cuidado, CONTÉM SPOILERS DO FILME INTEIRO)

Muita gente vai pensar que tinha que ter um fã chato que não gostou. Sou do contra sim. E sim sou muito fã de Star Wars. Em 1999 quanto estreou o ep.1 eu estava como vocês, cegos pela magia de Star Wars. Fui ver 5 vezes no cinema o filme. Mas vamos encarar os fatos. Star Wars: Ep. VII The Force Awakens não tem uma história original, ele é uma cópia escancarada do Ep. IV.

Ok você pode até argumentar que o próprio ep. IV também não é uma historia original, mas quando repaginada em um novo conceito, essa falta de originalidade é justificável. Exemplos de cópias justificadas são os filmes da Marvel/DC que utilizam as histórias em quadrinho em outra mídia, outro conceito, outro público até.

Mas fazer um novo Star Wars IV “não repaginado” e chama-lo de EP. VII é demais para mim. Vou começar pela base Starkiller, versão maior e muito melhor que a Estrela da Morte. Uma coisa não é melhor porque é maior e mais poderosa. Destrói um sistema solar inteiro! Poxa destruir um planeta já me parecia suficiente? Digo um sniper não vai atirar melhor com um canhão. Sem contar que a Estrela da Morte me parece muito mais amiga da natureza que a Starkiller que mata a estrela do sistema solar que está. A Estrela da Morte era autossustentável, não utilizava os recursos naturais de forma ineficiente. Outra coisa que não entendi. O planeta da base se movia? Porque me parecia ser a última estrela daquele sistema solar. Seria o seu último disparo? E digo mais, quer melhorar o projeto da Estrela da Morte? Que tal se concentrar em não deixar pela terceira vez a mesma falha estrutural que destruiu às outras duas. Vou fala pra você, esses caras dessa galáxia “far far away” me parecem muito com as empreiteiras brasileiras, sempre fazendo mal feito pra fazer de novo.

Enfim, fazendo uma analogia EP. VII é muito maior, melhor produzido, mais caro e teve mais marketing que o EP. IV mas nem por isso é melhor. Gostaria de comparar alguns pontos em comum da mesma história que tornam a falta de originalidade insuportável.

Princesa Leia esta com os planos secretos. Poe Dameron esta com o mapa secreto.

Ela vai ser capturada e esconde no R2D2. Ele vai ser capturado e esconde no BB8

Luke acha o robô. Rey acha o robô.

Obi-wan acha Luke e se torna seu mestre. Han Solo acha Rey e se torna seu mestre.

O “filho” de Obi-Wan o mata. O filho do Han Solo o mata.

A estrela da morte tem um ponto fraco eles atiram lá e vencem a batalha. Starkiller mesma coisa, mas com um escudo de força (cópia do Retorno de Jedi)

Agora vou comparar item a item.

Poe Dameron já peida no primeiro interrogatório. Leia, uma das personagens mais fodas que já vi,( mandona, forte, corajosa, inteligente) segura a onda legal no interrogatório do Darth Vader. Ep. IV 1X0.

Plano Secreto X Mapa secreto. Como assim?? Muito fraco essa história de mapa secreto para achar Luke, não engoli de jeito nenhum. 2X0 nova esperança.

BB8 é talvez a melhor coisa desse filme, mas R2D2 ainda é melhor. Não gostei também do fato de entenderem ele, achava mais legal o Luke tentando adivinhar o que o R2 fala. 3X0.

IMG2

O Han Solo jovem é, pra mim, o melhor personagem de Star Wars, ponto. Mas o Han Solo desse filme, não é o mesmo personagem. Não é cabeçudo, confessa que a Rey sabe mais que ele da nave dele!!!! Ah? …. Obi-Wan do Alec Guinness é uma atuação memorável de um ator que não tinha nada a ver com essa geração ficção científica e simplesmente matou a pau o personagem. Quanto à cena da morte, achei previsível a morte do Han Solo. Se tivessem editado uns 10 segundos antes talvez eu teria ficado surpreso. Tipo “Ben… meu filho!” ZZZZZRRR morto “esse nome não significada nada para mim”. Se for pra copiar, faça bem feito JJ. Darth Vader não tem um segundo de dúvida que queria cortar seu “mestre/mentor/pai-que-nunca-teve” ao meio. Até mesmo a cara de morte do Han Solo ficou ridícula perto do auto-sacrifício de Kenobi. Alias Ford, você já acabou com o Indy, agora o Han, fica de fora da sequencia de Blade Runner, por favor.

E chegamos então à batalha final. A discussão do plano é lamentável no EP. VII. Não vou nem me prolongar aqui, mas a cena da trincheira do EP. IV tem muito mais emoção que essa batalha inteira no planeta. E pelo amor, to jogando Battlefront há um mês. Entre ver uma batalha e estar na batalha (mesmo que sendo morto o dobro das vezes que mato alguém) prefiro Battlefront.

Outras comparações, sem muito que discutir, é Finn X Han Solo, os individualistas que querem apenas salvar o próprio pescoço, mas no final percebem que lutam por algo maior. No caso do Finn ainda estou na dúvida da real motivação dele já que me parece um virgem atrás da primeira mina que deu bola pra ele. A Yoda desse filme me pareceu legal, a cena da cantina também ficou da hora e agora sabemos que lá já existira reggae music, com uma banda que me parecia “tostada” se é que você me entende. E a Leia? Esqueceu que tem a força? Que era a “outra esperança”?

IMG3

Por fim quero falar sobre Kylo Ren, que descobrimos que é filho da Leia com o Solo e que se chamava Ben. Obi-wan talvez? Obi-Wan Skywalker Solo presumo. Porra… vai ter um nome fodido assim e quer mudar? Aí esse moleque, que deve ter herdado algumas qualidades de seus pais, é treinado pelo Luke Skywalker e ainda assim não consegue matar dois outros moleques que nunca viram um lightsaber na vida… Pede pra sair Kylo Ren! Ainda bem que você abdicou do seu nome verdadeiro. Não vou nem comparar Kylo Ren com Darth Vader, alias percebi que parei de contar o placar há algum tempo. Não dá, muita humilhação.

O filme é ruim? Não sei, acho que não. Talvez tenha sido duro demais. Talvez foi a expectativa criada pelo fato de que JJ ia dirigir, que Lawrence Kasdan ia escrever o roteiro, que Geoge Lucas não ia participar do filme. Talvez não haja mais originalidade no cinema. Talvez eu vá ver de novo e goste agora. Talvez todos os que estão glorificando o filme vejam de novo e percebam como foram enganados assim como eu fui enganado na Ameaça Fantasma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s