Legends of Tomorrow Piloto Crítica

Legends of Tomorrow – Análise do piloto

A nova série do canal CW no universo DC estreou a já mostrou que tem potencial, tanto para o acerto quanto para o erro.

Legends of Tomorrow é a série derivada de outras duas séries do canal: Arrow e Flash. Para quem acompanha as duas séries está claro que o clima, o tipo de filmagem e diálogos, seguirão na mesma linha. Mas também não é necessário se preocupar quem não acompanha as séries citadas, nesse episódio piloto fica tudo bem explicado. Inclusive a parte que envolve Mulher Gavião(Ciara Renée), Gavião Negro(Falk Hentschel) e a relação deles com aquele que parece que será o principal vilão da série: Vandal Savage(Casper Crump), é um plot que já havia sido previamente explorado no crossover entre Arrow e Flash e serviu para introduzir os personagens no universo dos heróis.

Na trama o mestre do tempo Rip Hunter(Arthur Darvil) reúne o time de “mocinhos” e “bandidos” para derrotar Vandal Savage através do tempo. Pois é, teremos viagens no tempo, ao que parece em todo episódio. Isso pode ser interessante, caso bem trabalhado. Uma das séries que originou Legends, The Flash, utiliza muito, ainda que não exatamente do mesmo jeito. Entretanto, ao lidar com multiverso e linhas do tempo alternativas, corre-se o risco de deixar as coisas meio confusas, como tem acontecido no próprio Flash.

Legends of Tomorrow será, a principio, uma produção menor em relação às outras duas. Terá 16 episódios e pelo piloto acho que não será do tipo “monster of the week“. Espero que sigam os moldes da concorrente Marvel em suas séries Demolidor e Jessica Jones, com um arco bem construído.

Legends of Tomorrow Piloto review

No primeiro episódio não dá pra ter uma visão geral da série, mas parece que segue a qualidade tanto de Arrow quanto Flash e quem gosta das duas provavelmente irá gostar dessa. Há pouco o que falar dos atores por enquanto, mas pra mim os personagens que mais tem potencial de se desenvolver em relação a sua “série original” é a dupla de vilões Capitão Frio(Wentworth Miller) e Onda Térmica(Dominic Purcell), que agora parecem mais a vontade na história e nas atuações. Canário Branco (Caity Lotz) está bem também e, a meu ver, nunca deveria ter saído de Arrow. Senti falta do humor de Ray Palmer/Atom (Brandon Routh), mas acredito que ficará parecido com o que foi em Arrow em breve.

Como dito no começo do texto, há chances para dar certo ou errado. Se nessa curta primeira temporada a série se focar só nesses dois vilões e der a resolução até o final, ótimo. Se, mesmo com poucos episódios, a série tiver fillers, que nada acrescentam a trama principal, ou se ela se perder na questão da viagem no tempo, será difícil obter o sucesso das séries que lhe deram origem. Se for pra fazer mais do mesmo, precisa ser mais do que bem feito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s