Goodnight Mommy Crítica

Goodnight Mommy vai do incômodo ao insuportável

Goodnight Mommy (Ich seh, Ich seh), filme austríaco de 2014, conta a história de um conturbado relacionamento entre uma mãe e seus filhos.

Elias e Lukas (Elias Schwarz e Lukas Schwarz, respectivamente) são gêmeos que vivem brincando juntos e explorando os entornos da imensa casa do lago onde vivem. Um dia a mãe deles retorna a casa, mas seu rosto está enfaixado e tudo que eles vêem são seus olhos, vermelhos e inchados. Ela passa a mostrar um comportamento estranho, frio e irritadiço para com eles e os gêmeos começam a suspeitar que aquela mulher não é a verdadeira mãe.

O filme recebeu críticas favoráveis ao redor do mundo e chegou a ser escolhido para representar a Áustria no Oscar e concorrer ao prêmio de melhor filme estrangeiro da edição, porém acabou não sendo nomeado. De fato se trata de um filme que se deve levar a sério. Denso, espinhoso, o filme vai se tornando cada vez mais incômodo até que, no último ato, se torna quase insuportável. Não dá sustos e, assim como o recente sucesso do gênero A Bruxa, o enredo é mais psicológico. A trilha sonora é quase inexistente. Sobre isso penso que, embora para alguns isso possa ter causado um efeito interessante, deixando mais intrigante pelo silêncio (e eu realmente entendi a intenção da ausência de trilhas musicais), para mim fez falta e muito. A história tem como pano de fundo o isolamento (físico e emocional) e a culpa. A Mãe, interpretada pela atriz austríaca Susanne Wuest, é distante, parece incapaz de se comunicar, embora seja claro que, internamente, algo não vá nada bem. Assim ocorre com os filhos, que dividem apenas entre si suas experiências e seus temores. O vínculo entre a Mãe e seus filhos está rompido e o silêncio, as palavras não ditas em tempo, trarão sérias consequências para as vidas deles.

IMG2Não foi uma boa experiência para mim assistir a esse filme. Foi um suplício, na verdade. Mas creio que essa era a intenção das roteiristas e diretoras Veronika Franz e Severina Fiala. No mínimo fizeram um trabalho corajoso em muitos aspectos e eu fiquei pensando dias no desfecho do filme. Não assistiria de novo por nada, mas foi um filme certamente interessante que eu recomendo pra quem tem estômago e não espera por sustinhos gratuitos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s