Gotham - Segunda temporada crítica

Gotham: Melhor série da DC da atualidade

(spoilers da segunda temporada)

Gotham encerra sua segunda temporada e se firma como a melhor série da DC do momento.

Antes do início dessa temporada o material de divulgação já prometia o (res)surgimento dos vilões (rise of the villains) como mote, o que foi cumprido. Pinguim, que em certo momento se tornou um cara “inofensivo” para a sociedade após passar pelas mãos de Hugo Strange, voltou com tudo. Aliás uma ótima cena de sua volta ao mundo dos vilões é ao lado de Butch, bem no estilo “badass” tendo ao fundo uma trilha sonora matadora. Foi violento, bizarro e incrivelmente divertido. Já Edward Nygman foi desmascarado e acabou em Arkham. O personagem começou a ter desenvolvido seu caminho até se tornar o Charada. Tivemos o surgimento de Vagalume e Azrael (vilão criado por Hugo Strange à partir do cadáver de Theo Galavan)e cheguei a pensar que ele seria o principal vilão dessa temporada, mas logo saiu de cena sem cansar o público. Interessante como, na série, o personagem serviu para inspirar o jovem Bruce Wayne na construção de seu futuro alter ego, o Batman. Outro que teve sua origem contada foi Victor Fries, o Doutor Frio , num arco que foi explorado também sem muita demora. A série tem realmente feito jus à seu título, mostrando o que é Gotham, seus habitantes, suas bizarrices e obscuridades tão peculiares.

James Gordon e Harvey Bullock tem muito carisma e conduzem sempre a linha principal da série e a dupla de atores Ben McKenzie e Donal Logue , respectivamente, que os interpretam não decepciona.

Nas experiências de Hugo Strange revivendo os personagens ele acaba trazendo de volta Fish Mooney. Eu particularmente acho que a série estava caminhando melhor sem ela, até porque ela não faz parte do cânone, mas a popularidade dela é alta, o que deve ter motivado sua volta e, de quebra, com alguns poderes.

Gotham - Fish Mooney segunda temporada

No final do episódio um onibus pilotado por Mooney sai de Arkham carregando vários prisioneiros que eram, na verdade, experiências mal sucedidas de Strange e sua equipe. Quando a porta se abre e os “monstros” saem é possível ouvir uma gargalhada cruel. Será que Jerome estará de volta? E no último segundo um menino, idêntico ao Bruce Wayne, sai do ônibus. Quem será essa pessoa? Parece que o terceiro ano tem tudo para ser excelente. Gotham é uma boa série que retrata bem a atmosfera de Gotham City. Houve alguns deslizes na primeira temporada mas essa segunda acertou a mão.

Que venha a terceira temporada!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s