Por que você deve ler Superman: Alienígena Americano

Por que você deve ler Superman: Alienígena Americano

Max Landis é o escritor responsável por essa antologia do Superman  que em apenas 7 edições mostra Clark Kent/Kal-El passando por várias fases da vida e seus conflitos. A história ficou leve e divertida e ainda mais apropriada para quem nunca leu um quadrinho do Superman. Não é preciso conhecimento prévio de outras histórias. A arte também é limpa, me agrada bastante.

Apesar de não ser uma história de origem, como o próprio escritor deixou claro, a primeira edição começa com o jovem Clark em suas primeiras descobertas à respeito  de seus superpoderes. A dificuldade em voar e a sensação de ser um “intruso” no planeta Terra são os primeiros problemas de Clark.

No segundo capítulo Clark, já adolescente, mostra que não é todo “certinho”. Começam a aparecer traços de rebeldia, como ocorre com todo adolescente. É nessa época que Clark tem que enfrentar os primeiros vilões usando seus poderes. O traço usado nesse capítulo já é mais agressivo, mas mesmo assim agrada muito.

Superman: Alienígena Americano

A terceira história é bem interessante pelas referências. Clark ganha uma viagem para Bahamas e o avião em que está, que tem somente o piloto além dele mesmo, cai na água. Clark e o piloto são resgatados pelo Iate de ninguém menos que Bruce Wayne. À bordo está rolando uma festa e, assim que entra no barco, Clark é confundido com Bruce, que não está presente. Um dos primeiros a recepcioná-lo é Oliver Queen que, mesmo conhecendo Bruce, não percebeu a diferença. A próxima foi Minerva, a mesma que se tornaria uma das Arqui-inimigas da Mulher Maravilha. Há também a aparição do Exterminador (que estava ali para eliminar Bruce) entre outras figuras conhecidas. Nesse capítulo boa parte do universo DC é citado em pouco tempo.

Nos outros capítulos é explorada a evolução de Clark até a vida adulta. Ele se muda para Metrópolis e consegue seu emprego no Planeta Diário. Temos também a primeira aparição do seu rival Lex Luthor e também de Dick Grayson, que viria a se tornar o Robin. Dick, mesmo sendo apenas uma criança, é retratado como sendo extremamente inteligente, justificando a alcunha de “garoto prodígio”.

Seguem-se os conflitos internos de Clark, a primeira tentativa de uniforme com restos da capa do Batman, e um experimento de Luthor que faz com que, pela primeira vez, Clark enfrente um monstro de verdade. Uma discussão de Clark com amigos de infância o faz enxergar os outros superpoderosos, Flash, Mulher Maravilha, Aquaman e Batman, que mais tarde viriam a formar a Liga da Justiça. Nesse capítulo aparece a Tropa dos Lanternas e Clark ouve pela primeira vez que é Kriptoniano, mais uma ótima referência ao universo DC. O último capitulo da saga é o mais fraco de todos, com uma história curta e sem um fim definido (claro há muito história pra frente) mas a aparição do Lobo, um dos personagens mais badass da DC, faz compensar a história menor e mais simples. Nota-se que todas as fases de Clark foram exploradas e humanizadas até o herói que conhecemos.

Superman Alienígena Americano faz com que o Super deixe de ser um herói imbatível, indestrutível e sem medo. Todos os seus conflitos , medos e dilemas estão presentes nessa ótima história de Max Landis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s