Filadélfia (Drama,1993)

Indicações de filmes para curtir no feriado

Feriado a vista! Essa quarta-feira é feriadão e, tradições e crenças à parte, quem não curte uma pausa na semana? Se a alternativa escolhida para esse dia for ficar com um balde de pipocas vendo filme, então o Alternativa 42 tem um drama, um suspense e uma comédia direto dos gloriosos anos 90 para você.

– Filadélfia (Drama,1993):

Filadélfia (Drama,1993)

Premiado filme dirigido por Jonathan Demme (O Silêncio dos Inocentes) é o primeiro a dialogar com o grande público à respeito de um problema ainda pouco discutido na época, a AIDS. A doença, envolvida em tabu e ignorância, chamada por homofóbicos ao redor do mundo de o “castigo gay”, foi tratada de um modo muito humano e sensível nesse filme. Tom Hanks interpreta Andrew Beckett, um advogado prodígio que esconde de seus colegas que é homossexual por medo do preconceito. Porém Andrew adoece e descobre que está infectado com o HIV. Ele procura manter sigilo mas um de seus colegas descobre e seu chefe na firma arma uma situação para que ele seja despedido. Sabendo que foi sabotado por causa de sua doença, Andrew procura processar a firma. Para isso ele vai atrás de vários advogados e é repetidas vezes recusado. É o advogado trabalhista Joe Miller (Denzel Washington) quem pega o caso por fim. Ao longo do filme a relação entre os dois se estreita e eles vão reavaliando seus medos e preconceitos. A mensagem é muito simples, objetiva, mas tem grande valor. Tom recebeu um Oscar por sua interpretação e Denzel fez um trabalho enérgico e primoroso. A trilha original é de Howard Shore (O Senhor dos Anéis) e a música tema do filme não poderia ser mais apropriada: Streets of Philadelphia, de Bruce Springsteen. Dá ainda pra ver o Antônio Banderas, novinho, como Miguel, o companheiro de Andrew.

– Pensamentos Mortais (Suspense, 1991):

Filadélfia (Drama,1993)

Esse filme, dirigido por Alan Rudolph, é um suspense cujo clima é muito bem construído em cima de flashbacks bem utilizados. Bruce Wilis é Jim, um homem violento, viciado e sem caráter. Ele é casado com Joyce (Glenn Headly), cuja melhor amiga é Cynthia (Demi Moore). Num festival Jim é encontrado morto em sua van. Basicamente o filme é o depoimento que Cynthia faz à Polícia. É aí que os flashbacks vão aos poucos mostrando a realidade para o espectador. Vale a pena ver Wilis de vilão contracenando com uma jovem Demi Moore, num dos primeiros filmes da atriz.

– Melhor Impossível (Comédia, 1997):

Filadélfia (Drama,1993)

Jack Nicholson está simplesmente irresistível como o misantropo e obsessivo compulsivo Melvin, um escritor de meia idade em Nova Iorque. Ele vai sempre ao mesmo restaurante, pede sempre o mesmo prato e come com talheres descartáveis que ele leva consigo. Ele também gosta de ser atendido pela mesma garçonete, Carol (Helen Hunt), que é a única que o tolera. Um dia o vizinho de Melvin, o artista plástico e homossexual Simon, tem a casa invadida por assaltantes e ele fica ferido. Tendo que passar um tempo hospitalizado, ele precisa de alguém que cuide de Verdell, sua cadelinha. Melvin acaba aceitando cuidar do animal, apesar de detestá-lo. Assim começa a mudança na personalidade de Melvin que, aos poucos, vai cativando não só Carol, mas também o espectador. Nicholson e Hunt foram premiados com Oscar por suas interpretações. A trilha é do Hans Zimmer e tem ainda uma participação do querido Harold Ramis, nosso caça-fantasmas bonitão, Egon Spangler).

Tenham um ótimo feriado e aproveitem as dicas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s