Crossover DC/CW

Mega Crossover da CW/DC – Confira o que achamos

E chegou ao fim o tão aguardado “mega-crossover” da DC/CW com os personagens de Supergirl, Flash, Arrow e Legends of Tomorrow. E o resultado foi muito bom, embora eu tenha ressalvas. A começar pela história apresentada em Supergirl. O episódio de Kara Denvers foi um episódio comum da série e apenas no minuto final aparecem Barry e Cisco pedindo ajuda a ela. Meio desperdício.

O crossover foi baseado na saga “Invasão” da DC comics, quando aliens chamados Dominions, planejam eliminar os humanos por considerar que eles representam uma ameaça ao universo, principalmente o grupo dos meta-humanos. Para isso eles fazem uma aliança com outros alienígenas para não dar chance para os terráqueos.

Na série os Dominions (ou Dominadores como foi traduzido) vieram para a Terra para exterminar os meta-humanos.

Crossover DC

O episódio de The Flash foi onde teve lugar o maior evento do crossover, com muitos personagens de todas as séries envolvidas (com exceção da Supergirl). Seria interessante uma interação de Winn com Cisco e Felicity, formando o “time Geek” e também de Alex Danvers junto com Diggle. Os personagens tiveram uma boa química juntos, mesmo aqueles que nunca haviam  interagido entre si como Thea,  Supergirl e Mick. Apesar do episódio ser do Flash a liderança mesmo coube à Oliver Queen, deixando claro quem foi o precursor de tudo.  Há algumas coisas que incomodaram nesse episódio, como o drama de Cisco que perdurou demais e também o fato de todos virarem as costas para Barry pelas consequências do Flash Point. Algumas reações foram muito forçadas, especialmente a de Diggle.

Já no episódio de Arrow fomos presenteados com um massivo fan service, com praticamente todos os personagens do passado. Foi uma bela homenagem aos fãs por ocasião do centésimo episódio, o que fez muita gente lembrar do começo da série quando tudo era mais simples e funcionava muito bem.

No episódio de conclusão, em Legends of Tomorrow, os times se separam e alguns voltam a 1951 com a nave Cavaleiro do Tempo para sequestrar um alienígena, enquanto o outro time fica para encontrar a Presidente dos EUA. Há algumas cenas de ação bem executadas, levando em consideração o orçamento inferior da TV em relação ao cinema, mas na briga final faltou um pouco mais de intensidade. A conclusão teve alguns momentos cômicos muito bons, inclusive fizeram uma referência envolvendo Ray Palmer e Supergirl que deixaria o Capitão orgulhoso. Sem estragar a experiência mas foi do tipo já usado em Arrow recentemente envolvendo uma máscara de hóquei…

No geral foi um excelente crossover que pegou elementos que já vinham sendo apresentados nas séries (como o Flash point)  adaptando em cima uma saga das HQ’s. Em Arrow ocorreu uma espécie de nostalgia e de quebra aumentou o índice de audiência de todas as séries.

Então, que venham mais desses crossovers.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s