Estrelas Além do Tempo

Estrelas Além do Tempo é um entretenimento necessário

Hidden Figures, cujo título no Brasil é Estrelas Além do Tempo  (oi?), é um filme do diretor estreante Theodore Melfi que chegou pra sacudir as estruturas de Hollywood e ajudar a espantar o fantasma do Oscar So White de 2016.

A história se passa no início da corrida espacial entre Rússia e EUA. A Rússia tem sucesso ao enviar o primeiro homem para o espaço e a NASA precisa dobrar seus esforços para alcançar esse feito sem tirar os olhos do objetivo  maior: ser a primeira nação do mundo a enviar um astronauta para a Lua.

Filmes com essa temática já foram feitos antes e eles costumam se focar na viagem em si, nos astronautas, nos riscos da empreitada e na supremacia americana. Hidden Figures é baseado em histórias reais de pessoas que tiveram extrema importância para as conquistas americanas dessa época e que eram até então desconhecidas do grande público.

Katherine Johnson (Taraji P. Henson)é uma mulher negra que desde criança tem afinidade com números e cálculos. Na idade adulta a matemática se torna funcionária da NASA e trabalha num setor onde outras mulheres negras e matemáticas como ela fazem os cálculos necessários para o desenvolvimento dos programas espaciais. O racismo praticado ali é mostrado, à princípio, no isolamento dessas mulheres dos demais setores “brancos”. Rapidamente outros acontecimentos vão revelando o tamanho da separação por etnia  imposta pelo preconceito, num país e numa época marcados pelas lutas contra a segregação racial.

Johnson tem duas amigas: Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe). A primeira atua como supervisora do grupo, porém sem receber o título e o salário correspondentes. Sua supervisora Vivian (Kirsten Dunst) dá de ombros sempre que Dorothy lhe chama a atenção para o fato de estar trabalhando pesado ali sem ser remunerada condizentemente com o cargo. Mary Jackson, por sua vez, quer ser a primeira mulher negra no time dos engenheiros da NASA e, embora tenha os pré-requisitos para solicitar sua admissão nessa função, por causa de um novo protocolo ela se vê obrigada a ir à justiça lutar por esse sonho.

Estrelas Além do Tempo

No grupo liderado por Al Harrison (Kevin Costner) Katherine é solicitada para fazer a revisão dos cálculos, assessorando Paul Stafford (Jim Parsons). Única negra no setor, Katherine sofre com o peso do preconceito impregnado até mesmo entre pessoas que estão entre as mais brilhantes daquela sociedade. Al é uma exceção, ele vê números e não a cor das pessoas. O espectador sente a agonia de Katherine em suas corridas diárias partindo do prédio em que trabalha até o banheiro reservado para pessoas “de cor”, localizado no prédio onde costumava trabalhar. A situação rende uma ótima cena, a mais forte do filme, quando Katherine informa Al dessa condição ao ser cobrada por suas ausências repentinas.

O filme, apesar de conter alguns clichês, não é forçado e seu sucesso, além das excelentes atuações, se apoia no fato de pender mais para o entretenimento do que para a acuracidade dos fatos (que foram condensados e compactados num espaço de tempo bem conveniente). Pesando menos no drama e criando bons momentos de humor e otimismo diante das dificuldades, Hidden Figures traz uma fórmula de sucesso que alcançará o público e tocará a muitos com as belas histórias dessas mulheres brilhantes e vencedoras. Ao lado de Moonlight e Fences, Hidden Figures vai iluminar as sombras do Oscar Branco que vimos ano passado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s