The Walking Dead – Season finale – Review

A season finale de The Walking Dead foi ao ar ontem e não trouxe redenção para essa temporada que se arrastou até o fim.

Segundo o costume, os começos e finais de temporada sempre trazem ótimos episódios. Mas “The First Day of the Rest of Your Life”, apesar de não ser ruim, está longe de ser tão bom quanto outros finais de temporada que a série já teve.
Comecemos com o “sonho” de Sasha com Abraham e Maggie que foi enfadonho e totalmente desnecessário. Ok, estamos falando da despedida de um personagem, mas tomou muito tempo.

Já a parte do conflito entre os Salvadores e o grupo de Rick foi um tanto previsível. No episódio anterior vimos que alguém traiu Rick, contando seus planos para Negan. As suspeitas da maior parte das pessoas que acompanham a série se concretizou e não foi difícil imaginar de onde veio a traição.

A cena em que finalmente Negan abre o caixão com Sasha dentro foi algo esperado por quem acompanha os quadrinhos. Na HQ a personagem com essa história é Holly, que é entregue por Negan a Rick como “oferta de paz”. Na série Negan foi pego de surpresa ao entregar Sasha para Rick e um tiroteio se inicia, mas sem grandes  consequências.

Negan e Eugene

O ápice do episódio veio quando Negan, prestes a desferir um golpe em Carl com sua Lucille, é interrompido por um ataque de Shiva a um dos seus capangas, convenientemente. Esse é o anúncio da chegada do Reino, liderado por Ezequiel e Carol, e de Hilltop, com Maggie à frente. Certamente o melhor momento.
Negan recuou percebendo toda a força de Alexandria e está agora desconfiado de Eugene por causa da morte de Sasha. Será ele a próxima baixa da série?

Muitas pontas soltas, ação mal dirigida e enrolação com cenas desnecessárias fizeram esse episódio ser apenas OK. No final ainda colocaram um discurso de Maggie na tentativa de emocionar os fãs. No meu caso não funcionou.

A temporada

No geral foi uma temporada arrastada. A série mostra que precisa se renovar e melhorar em ritmo, fazer menos episódios por temporada e aproveitar mais daquilo que tem de bom para oferecer. Negan é um dos melhores vilões da atualidade na TV, mas foi sub-utilizado. Ainda assim os melhores episódios foram aqueles em que ele aparece.

A temporada termina sem um cliffhanger, diferente da temporada anterior. A expectativa para a próxima, por tanto, é baixa. Os produtores estão abusando da enorme base de fãs que a série ainda tem. Acredito que, nesse ritmo, The Walking Dead pode começar a apresentar uma queda ainda maior na audiência.

Anúncios

Um comentário sobre “The Walking Dead – Season finale – Review

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s