Mulher Maravilha : Nossas expectativas para a estreia

Cresce a expectativa com a proximidade da estréia do filme da Mulher Maravilha (Wonder Woman, 2017) nos cinemas nacionais. Esse pode ser o grande acerto dessa fase do Universo Estendido da DC pois, pelo que vimos nos trailers lançados, esse filme promete ser realmente eletrizante. Já não era sem tempo afinal, convenhamos, a heroína salva o dia até no filme dos manjadões Superman e Batman!

Nos anos 70 uma geração se encantou com a personagem, que foi interpretada pela bela Linda Carter. Apesar de a Mulher Maravilha praticamente não ter aparecido na versão live action desde então, anos depois, uma outra geração viu surgir uma febre em torno de Xeena, uma guerreira ultra badass, também relacionada com a mitologia grega, de longas pernas e cabelos escuros. Chegou nossa vez de conferir a nova versão da heroína amazona mais famosa dos quadrinhos. O que esperar?

Em primeiro lugar o que quero ver é uma heroína otimista, com coração e força de vontade inabaláveis. Chega de heróis sarcásticos. Chega de heróis tentando negar sua missão. Chega de heróis pessimistas e cheios de sentimentos obscuros. Diana pode representar o tipo de herói que o momento atual em que vivemos necessita: altruísta, honesto, generoso, terno, poderoso mas não menos gentil, com um amor incondicional pela paz. Se os mitos servem para inspirar os seres humanos que seja esse o tipo de herói a nos inspirar. O fato de ser uma mulher não tem que fazer nenhuma diferença, mas pode fazer TODA a diferença para uma geração de meninas.

Etta Candy Mulher MaravilhaFalando em meninas, que tal a relação Diana/Etta Candy? Espero dar muitas risadas com elas, mas que a amizade entre as duas não sirva apenas de alívio cômico. Etta representa a pessoa comum,  que não tem superpoderes e nem mesmo ostenta o biotipo comum dos heróis. Que ela seja relevante no desenvolvimento da história, que faça a diferença! E que sua forma física não seja um ponto de conflito interno da personagem e nem o foco do humor. Assim uma série de mensagens construtivas poderão ser transmitidas. Dou meu voto de confiança para você, Patty Jenkins!

Ainda sobre relacionamentos: tomara que o romance com Steve Trevor (Chris Pine) não encha o filme de cenas tediosas. Quero pancadaria!

img3

E se o que queremos é pancadaria com belas sequências de luta, isso significa muito show off de braceletes da submissão e laço da verdade. E também muitas cenas com as amazonas em Themyscira. Infelizmente acredito que serão poucas as cenas na ilha. A ação se concentrará no campo de batalha da Primeira Guerra Mundial. Uma pena! Não me cansaria de ver Gal Gadot e Robin Wright (Antiope) lutando lado à lado…

Por fim estou ansiosa esperando pela trilha sonora de Rupert Gregson-Williams. O tema da Mulher Maravilha composto por Hans Zimmer para o filme Batman Vs Superman (Is She With You?) é um dos momentos mais marcantes de toda a trilha sonora desse filme. Certamente será aproveitado no filme solo da guerreira.

Uma última pergunta: Quando “veremos” o avião da Mulher Maravilha no cinema?

E você? Ansioso (como eu) para essa estreia? Depois do lançamento voltamos para o review e vamos ver se o monstro da expectativa aprontou de novo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s