Homem-Aranha: De Volta ao Lar – Review

Finalmente estreou o novo filme do nosso querido amigo da vizinhança: Homem-Aranha: De Volta ao Lar. A expectativa era grande desde a apresentação do herói no Vingadores: Guerra Civil e não era pra menos pois, desde o fracasso dos últimos filmes do aracnídeo interpretado por Andrew Garfield, os fãs têm aguardado ansiosamente pelo reboot, desta vez com produção da Marvel Estúdios.

Em Guerra Civil já era possível saber o que esperar dessa nova versão do herói. Desta vez se trataria de um Peter realmente jovem, cursando o ensino médio e já tivemos uma amostra do carisma de Tom Holland na pele do personagem. Realmente o Peter Parker dessa nova produção não tem a esquisitice charmosa de Tobey McGuire, nem é metido a esperto quanto a versão de Garfield. É um adolescente que acabou de descobrir seus poderes e está ansioso pra provar seu valor, mas tem que dar conta das aulas e ainda lidar com sua timidez diante da garota de seus sonhos. Ele é engraçado, um pouco inseguro mas leva tudo de um modo positivo, mesmo que, na maioria das vezes, ele acabe fazendo muitas besteiras enquanto tenta salvar os indefesos e perseguir os mal feitores. A escolha do ator foi muito acertada, a construção de seu personagem é bem feita e os efeitos dão a credibilidade para a composição de seu herói. A inserção dele no universo Marvel, mais precisamente nos Vingadores, também é bem feita, fica bem claro que estamos vendo uma história que está dentro de uma outra história muito maior. Só as intervenções constantes de Tony Stark (Robert Downey Jr.) são um pouco demais durante o filme, mas ele é o mentor de Peter e a relação deles é bem bacana no fim das contas.

O roteiro não poderia deixar de ser clichê, mas é coerente e o vilão tem motivações plausíveis, além de ser interpretado por Michael Keaton, o que faz toda a diferença. Não é um vilão como o Duende de Willem Dafoe, mas o carisma do ex-Batman é indiscutível na pele do vilão conhecido como Abutre.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar situa bem seu protagonista dentro do universo cinematográfico Marvel e entrega uma excelente versão de um dos heróis mais queridos das HQs. Não supera, na minha opinião, os dois primeiros filmes de Sam Raimi, mas é um filme que não vai decepcionar os fãs, e certamente vale o ingresso E você? Qual o seu ranking dos melhores filmes do cabeça de teia?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s