Os Defensores – Review da primeira temporada

A parceria entre Marvel e Netflix rendeu duas boas temporadas de Demolidor, deixando muita gente empolgada acreditando que a formula perfeita tinha sido alcançada. Porém Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro não alcançaram o mesmo nível de qualidade e pecaram no roteiro e produção. Os Defensores, série que une o time de heróis de Nova York, foi melhor  que sua antecessora, Punho de Ferro, mas ainda tem muitos defeitos.

A série se inicia mostrando a dupla Danny Rand e Collen Wing continuando sua perseguição ao Tentáculo, enquanto os outros heróis seguem tentando viver como civis. Os primeiros episódios trataram de promover o encontro entre Matt, Jessica, Luke e Danny, o que poderia ter sido feito no final de Punho de Ferro (que ganharia em termos de desenvolvimento), deixando o início de Defensores bem mais dinâmico.

Sigourney Weaver fez um bom trabalho no papel da vilã Alexandra, a poderosa líder do Tentáculo. Pena que o personagem não ganhou um desfecho à altura de seu desenvolvimento. As melhores atuações, além da entregue por Sigourney Weaver, ficaram por conta de Charlie Cox e Krysten Ritter. Os outros apenas cumpriram seu papel de modo satisfatório. Uma agradável surpresa foi Murakami, muito bem interpretado por Yutaka Takeuchi. Já a Misty Night (Simone Missick), com aquele eterno sorrisinho no rosto, não caiu bem.

O time funciona em termos de química. A visível inexperiência e o ar adolescente de Danny não ajudaram a emplacar a série solo do Punho de Ferro, mas em Defensores essas características trouxeram uma dinâmica bacana dentro do grupo. O vínculo que ele começa a desenvolver com Luke rendeu boas cenas e a dupla ganhou carisma. Jéssica parece ter ficado mais sombria após os eventos de sua série solo, mas ao final de Defensores fica claro que o personagem começou a reencontrar seu caminho e seu propósito.

Os Defensores Entre os maiores problemas dessa temporada estão as cenas de luta (ou falta delas). Algumas muito mal coreografadas, com excesso de cortes e a recorrência dessas cenas em ambientes claustrofóbicos (principalmente corredores e tuneis), um tipo de marca registrada já. Definitivamente não se compara com Demolidor no quesito pancadaria. Seria muito interessante uma luta em plano sequência, mas aí a coreografia deveria ser impecável. Outro ponto negativo são os diálogos preguiçosos, alguns repetitivos (repare nos diálogos ou monólogos de Danny), que cansam o espectador.

O famoso Punho de Ferro mal foi utilizado e, quando foi, não surtiu o efeito esperado (na maioria das vezes). O mesmo desperdício foi visto com a super força de Jéssica e a heroína por vezes pareceu apenas estar cumprindo tabela nas cenas de ação.

A parte técnica infelizmente pecou também. Os efeitos especiais ficaram artificiais demais em várias cenas, beirando produções de baixo orçamento. Já a trilha sonora poderia ter ajudado na integração dos heróis, mas só deixou a narrativa ainda mais dividida em blocos por personagem.

A Netflix acertou em diminuir o número de episódios (dos habituais 13 para 8). Essa mudança fez com que não desse tempo do espectador se cansar, mas o ritmo foi lento mesmo assim. Creio que em apenas cinco episódios poderiam resolver todo o plot.

Os Defensores foi claramente melhor que Punho de Ferro e Luke Cage. O grupo trabalhando junto ficou mais interessante e menos cansativo, porém parece que a parceria Marvel e Netflix precisa acertar a mão de novo, aumentando a ação (afinal é uma serie inspirada em quadrinhos), melhorando o roteiro e os diálogos, além de investir mais nos vilões.

Anúncios

Um comentário sobre “Os Defensores – Review da primeira temporada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s