It – A Coisa – Review

Stephen King é um dos autores mais adaptados da história e 2017 foi especialmente recheado de obras baseadas em seus livros. Na TV tivemos recentemente a fraca The Mist e a boa Mr. Mercedes. No cinema está em cartaz A Torre Negra (que derrapou na bilheteria e nas críticas) e a estreia do clássico It – A Coisa, que já teve uma adaptação nos anos 90 com uma versão bem assustadora do palhaço Pennywise feita pelo ator Tim Curry. A nova adaptação chegou ao cinema após muita expectativa e podemos dizer: as expectativas foram superadas!

O filme se passa nos anos 80 na cidade de Derry, onde uma onda de desaparecimentos (especialmente de crianças) tem assustado a população. Um grupo de crianças, que se autointitula como O Clube dos Perdedores, resolve investigar após o irmão de um deles entrar para a lista de desaparecidos.

A trama se movimenta bem enquanto conhecemos as personalidades (e medos) de cada um dos integrantes do grupo. A interação dentro do grupo é boa e mostra bem a pegada de King ao retratar a amizade entre crianças, como já vimos no clássico Conta Comigo. Bill é gago, Richie usa óculos “fundos-de-garrafa”, Eddie é hipocondríaco, Ben é um menino tímido e roliço, Mike é um rapaz negro numa cidade cheia de pessoas racistas, Stan tem TOC e Beverly, a única garota do grupo, foi vítima de boatos na escola e tem “má reputação”. Para piorar cada um deles tem um medo, fobia ou trauma dentro de si. Todos sofrem bullying, porém quando estão juntos se sentem menos vulneráveis, na verdade chegam a ficar corajosos o suficiente não só para enfrentar os valentões da escola, mas também para encarar seus medos e fobias individuais. Essa força coletiva é a principal arma contra Pennywise, já que é do medo de suas vítimas que ele se alimenta.

img2

As crianças estão ótimas no filme, mas isso de nada adiantaria se o vilão não fosse realmente assustador e Pennywise, o Palhaço, está de arrepiar os cabelos. O trabalho do ator Bill Skarksgard (Hemlock Grove) está excelente, emprestando ao personagem sua figura alta e magra, seus trejeitos, o olhar ora divertido, ora malicioso, além de uma voz característica. Com certeza seu Pennywise vai assombrar uma geração. A maquiagem e o CGI também estão ótimos, embora eu seja da opinião de que poderiam usar um pouco menos de efeitos digitais em algumas partes, especialmente no ato final.

O filme conta com alguns “jumpscares”, no entanto eles não acontecem “do nada” e são sempre precedidos por um crescente clima de tensão bem construído pela trilha sonora, iluminação e atuações, porém isso faz com que o efeito de susto se perca um pouco. Todas as crianças do Clube estão ótimas, com destaque para Jaeden Lieberher (Bill), Sophia Lillis (Bev), Finn Wolfhard (Richie) e Jeremy Ray Taylor ,(Ben).

O filme é a primeira parte da história do Clube dos Perdedores versus A Coisa e o filme engloba não só elementos sombrios e lúgubres próprios do gênero terror. Muitas cenas refletem a amizade e a inocência, a passagem da infância para a vida adulta, senso de aventura e heroísmo, características típicas de filmes de aventura infanto juvenis. O segundo filme trará os personagens já adultos, quase trinta anos depois, o que certamente dará um outro tom para a produção.

It, A Coisa é um dos melhores filmes de terror feitos ultimamente e, certamente, entra para uma das melhores adaptações cinematográficas de Stephen King. Valeu a pena ir ao cinemas e levar cada susto, para depois sair feliz porque as crianças venceram, pelo menos por ora.

Anúncios

2 comentários sobre “It – A Coisa – Review

  1. O horror definitivamente está lá e vai assustar os mais despreparados e divertir os veteranos, mas este é longe de ser um filme desolador e sem esperança. O gênero de terror nunca foi um dos meus preferidos, porém devo reconhecer que It o filme, foi uma surpresa pra mim, já que apesar dos seus dilemas é uma historia de horror que segue a nova escola, utilizando elementos clássicos. Com protagonistas sólidos e um roteiro diferente. Depois de vê-la você ficara com algo de medo, poderão sentir que alguém os segue ou que algo vai aparecer.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s