The Crown: Segunda temporada traz produção deslumbrante e história enfadonha

A segunda temporada de The Crown é ainda mais parecida com uma novela do que a primeira. O mundo passava por profundas transformações entre o final dos anos 50 e início dos anos 60, mas a família de contos de fadas sentia apenas as pequenas turbulências em seu mundo de faz-de-contas envolto em puro cristal. A primeira temporada tinha grandes encantos, como a rivalidade das irmãs Elizabeth e Margareth, a dura jornada de aprendizado da jovem rainha e o início de seu casamento com Philip, príncipe da Grécia e Dinamarca. Pomposidade, grandiosidade e estilo. Dessa vez vemos a decadência das primeiras expectativas. Margareth se torna uma mera alcoólatra infeliz, Elizabeth se mostra uma monarca insípida, seu casamento com Philip é uma farsa e os dramas se limitam a protocolos, infidelidades e o que servir na hora do chá.

Claire Foy continua excelente como Elizabeth II, seu modo de andar, a maneira como aperta nervosamente as mãos, o modo de olhar ora tímido, ora penetrante, enfim, o trabalho da atriz é impecável. Matt Smith e Vanessa Kirby continuam fazendo bonito nos papéis de como Philip e Margareth, respectivamente. A fotografia, cenografia, figurino, trilha sonora, tudo esplêndido. The Crown continua visualmente um sonho.

Mas a história, mesmo acrescida de boa dose fictícia, é enfadonha. Se tive simpatia pela soberana inglesa ao ver um pouco do início de sua história como monarca na primeira temporada, na segunda, essa simpatia se evaporou. Se eu fosse britânica essa segunda temporada me causaria certo sentimento antimonárquico.

img2

As ressalvas ficam por conta de alguns excelentes episódios, como o que retrata o encontro entre a rainha e a primeira dama Jacqueline Kennedy, o que mostra a viagem da rainha a Ghana e, o meu preferido, “Paterfamilias”, que traz flashbacks dos anos de escola do Duque de Edimburgo em Gordonstoun, Escócia e a tragédia que se abateu sobre sua família naquela época.

A notícia boa é que essa novela tem muito pano pra manga para a próxima temporada, onde veremos a segunda metade do reinado de Elizabeth II. Talvez até já vejamos Diane Spencer e Camilla. Promissor.

The Crown é uma pedida excelente para quem gosta de uma boa novela e quer uma produção de mais qualidade do aquelas feitas por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s