Os mistérios continuam na segunda temporada de Desventuras em Série

A segunda temporada de Desventuras em Série segue o mesmo padrão da primeira. Cada livro é adaptado em dois episódios, os personagens que seguem a história dos Baudelaires continuam burros, as situações continuam bizarras e surgem mais mistérios na história dos três irmãos.

Além dos carismáticos protagonistas, novos e interessantes personagens foram inseridos, como Olivia Caliban (Sara Rue) e Esmé Squalor (Lucy Punch), que tiveram participações importantes para o desenvolvimento da trama. As duas personagens mostraram uma evolução que não vemos nos demais, como os Baudelaires que pouco mudaram da primeira temporada até agora. Os três continuam com a mesma dinâmica e mesmas motivações, de modo que nem mesmo quando uma nova dupla de órfãos é inserida, com potencial para um “crossover” entre eles, a dinâmica se altera.

img2

Neil Patrick Harris (Conde Olaf) continua brilhante. Os personagens dentro do personagem estão ainda mais bizarros e caricatos. Ótimas atuações também das já citadas Sara Rue e Lucy Punch, além Nathan Fillion que faz Jacques Snicket e Kitana Turnbull que faz a pequena e irritante Carmelita.

Nos episódios da Cidade dos Corvos a referência aos “westerns” é nítida, com mudanças na fotografia e trilha sonora. Há também uma homenagem ao clássico O Iluminado, de Stephen King, nos episódios do Hospital.

Nessa temporada novos mistérios são criados com pequenas revelações dos mistérios já estabelecidos, apenas para fazer a trama se caminhar para o final (o próprio Neil Patrick em entrevista já disse que a série é planejada para terminar na terceira temporada) sem revelar demais. No entanto o pouco que foi revelado até aqui não foi suficiente para quebrar a fórmula, que acaba por se repetir demais.

Desventuras em Série consegue entreter e divertir com situações que são engraçadas, bizarras e irônicas. Mais uma boa temporada, bem executada, que instiga o interesse do espectador a se unir aos Baudelaires na missão de desvendar os mistérios que restam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s