Legends of Tomorrow segue divertida em sua terceira temporada

Legends of Tomorrow vem ganhando qualidade a cada temporada. Após um primeiro ano bem irregular  e um segundo ano melhor , a série acha seu rumo ao deixar de vez de tentar se levar tão a sério, resultando numa temporada divertidíssima e colocando o show entre os melhores do universo DC no canal CW.

A trama desse terceiro ano gira em torno do vilão Mallus, que quer reunir os Totens do poder para destruir o mundo. No começo da temporada o antigo vilão de Arrow, Damien Darhk, deu de novo as caras (ele já havia aparecido na temporada passada) e isso gerou uma antipatia por parte dos fãs pois, além de ter feito parte da temporada mais fraca de Arrow, seu nível de carisma é quase zero. Mas o novo direcionamento da série fez com que até Darhk conseguisse melhorar como personagem, uma verdadeira proeza.

O grande trunfo da série é ter inúmeras possibilidades dentro da história mundial e da mitologia e isso foi muito bem aproveitado nessa temporada. Cada episódio é um sopro de ar fresco dentro da série, mesmo tendo por trás um arco definido. Nessa temporada tivemos desde Vikings até Guerra de Troia, por sinal um ótimo episódio que conseguiu mesclar elementos históricos com a mitologia da DC.

Outro ponto forte foi o maior desenvolvimento de alguns personagens, como no caso de Ray e do “brucutu” Mick, que tiveram um um pouco de seu histórico revelado. Mas, enquanto alguns vão se firmando e crescendo na série, outros personagens vão saindo. Fica a duvida se a emissora ainda está procurando o time ideal ou se o elenco é rotativo mesmo.

img1

Ter esse humor leve e despretensioso nem sempre traz apenas benefícios. As transições entre cenas sérias e de humor exigem muito cuidado e nem sempre isso ocorre, o último episódio foi um bom exemplo disso. Mas acredito que logo esse tipo de problema, que não tira o mérito da temporada, será sanado também.

Outro destaque é a trilha sonora da série. A música tema sempre é trabalhada de acordo com o lugar no tempo em que estão, como no episódio sobre o pirata Barba Negra, no qual a música tema se assemelha com a de Piratas do Caribe.

A próxima temporada já está garantida e com a entrada de Constantine para o elenco regular pode-se esperar bastante misticismo no quarto ano. Ficamos na torcida para que a série não foque apenas em entidades e monstros e continue a evolução que vem apresentando recentemente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s