Krypton traz história da família do Homem de Aço

Krypton, a série do canal Syfy que se passa no planeta natal do Super-homem e conta a história da família El muito antes do nascimento do herói, encerrou sua primeira temporada. Apesar do desenvolvimento morno a produção foi bem feita e já tem a segunda temporada garantida.

(spoilers)

Krypton tem uma sociedade altamente estratificada e a história se foca nas casas mais nobres: El, Zod e Vex. Seg-El, o protagonista, é avô de de Kal-El/Superman. Sua família cai em desgraça e ele vê seu avô, o cientista Val-El, ser julgado e executado na sua frente, assim como seus pais, numa conspiração digna de Game of Thrones. Um dia Seg recebe a visita de Adam Strange, um humano que diz ter vindo do futuro para para alertar Seg sobre a vinda do terrível vilão Brainiac, que culminará na destruição do planeta, fazendo com que Kal-El nunca nasça.

Investir, logo de cara, num vilão do quilate de Brianic foi uma aposta corajosa, já que se trata de um dos personagens mais poderosos do universo DC. A caracterização dele também não é fácil, mas a série fez isso muito bem. Já a maneira como o vilão foi derrotado foi um tanto questionável. No fim da temporada surge uma carta na manga: a volta de Val-El (quando em nenhum momento foi dada nenhuma pista sobre essa possibilidade) e a chance de enviar Brainiac para a Zona Fantasma.

De modo geral a série funciona bem, principalmente para mostrar aos fãs do Superman um pouco mais sobre seu planeta natal. Os costumes, as fraquezas, os relacionamentos, tudo remete muito a Terra, lembrando que os poderes do Super (e outros Kryptonianos) vêm da exposição a radiação do nosso Sol. Em Krypton todos são apenas pessoas comuns, gente como a gente.

img2

A primeira temporada não se preocupa muito com alguns importantes detalhes sobre como lidar com certas consequências da viagem no tempo, por exemplo, entre outras coisinhas. Há a algumas inconsistências que talvez sejam trabalhadas na temporada que vem.

A religião de Rao domina a sociedade e Braianic se aproveita desse cenário para governar os Kryptonianos disfarçado como a Voz de Rao. Com a derrota de Brianic e a queda da teocracia, Zod se torna o líder supremo e tirano do planeta, gerando desconfiança inclusive em Lyta Zod, que se tornará sua mãe. A linha do tempo foi alterada, resta saber como ela será restaurada.

A série tem um tom sério, mas combina com certo humor e entretém. Há algumas conveniências no roteiro e o ator que faz Seg (Cameron Cuffe) é bem fraco, no entanto a história é interessantes e a produção bem feita, vale conferir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s