Dark River – filme denso sobre fantasmas e monstros da vida real

Dark River, filme da diretora e roteirista britânica Clio Barnard, conta a história de Alice (Ruth Wilson) que, após quinze anos ausente, retorna à fazenda da família por ocasião da morte de seu pai. Lá ela reencontra seu único irmão, Joe (Mark Stanley), que não via desde que era um adolescente. Desde o início fica claro que a infância de ambos deixou suas marcas e a relação entre eles é tensa. Há um clima de suspense, se trata de um filme de fantasmas, mas não do tipo sobrenatural e sim daqueles criados por traumas profundos.

O filme se passa em North Yorkshire, no norte da Inglaterra, e a melancolia da paisagem é presente na bela fotografia do brasileiro Adriano Goldman. A vida no campo é árdua, mas Alice é habituada e está disposta a cuidar das terras deixadas pelo pai, até então largadas displicentemente pelo irmão. Cada um tem uma ligação diferente com o local e também em relação à memória do pai, Richard (Sean Bean), cujas ações tiverem impacto decisivo na vida de ambos. A tensão aumenta gradativamente até explodir, como uma ferida cujo conteúdo pútrido oculto é expelido à força por uma grande pressão.

Ruth Wilson carrega o filme apenas usando linguagem corporal e seus olhos cheios de expressividade. Mark Stanley, que interpreta o irmão, também transmite bem o peso absurdo carregado por seu personagem. Alice é a pessoa que sofre em silêncio e busca desesperadamente dar um sentido para sua vida, apesar de sua tragédia. Joe é o contraponto, explosivo e emotivo, incapaz de superar seu passado.

Dark River é um filme pesado, denso, que joga o espectador no mundo doloroso da protagonista. É reflexivo também, nos fazendo pensar no quanto uma pessoa pode ter a vida arruinada por alguém próximo, alguém que supostamente deveria ser da mais absoluta confiança. Não há felizes para sempre mas, no fim, vemos que existe ainda amor para prosseguir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s