Preacher - Terceira temporada se aprofunda no passado de Jesse

Preacher – Terceira temporada se aprofunda no passado de Jesse

A série Preacher teve uma excelente primeira temporada e uma segunda temporada boa, apesar das pequenas derrapadas no roteiro, como o arco em New Orleans, que se estendeu por tempo demasiado. A terceira temporada  conseguiu se assemelhar ao ano de estréia no uso de referências e cenas non sense, mesclando com o ambiente restrito da segunda temporada  que, nesse caso foi Angelville. O importante é  que a série continua mantendo um elevado padrão de qualidade.

Após os eventos do final da segunda temporada, Jesse (Dominic Cooper) e Cassidy (Joseph Gilgun) correm para ressuscitar Tulip (Ruth Negga) e a única saída para tal façanha é usar os poderes da avó de Jesse (Betty Buckley), mantendo o trio atrelado àquele lugar tão mistico e perturbado.

Essa trama em Angelville serviu para conhecermos mais do passado de Jesse, aumentado a profundidade do personagem. Muitos flasbacks colaboraram para tal desenvolvimento, colocando em perspectiva os traumas e a mentalidade de Jesse, ao mesmo tempo em que conhecemos melhor o local já citado, com direito a um fight club.

No entanto não só de Angelville a trama se utilizou. Com Jesse em busca de readquirir seus poderes, a narrativa sobre a organização “The Grail”, liderada pelo caricato Herr Starr, teve mais destaque nessa temporada, causando a aparição de mais um personagem conhecido das HQ’s, o vilão Allfather, muito bem interpretado por John Coyne, sendo este presente nas cenas mais gore de toda a série.

Preacher Allfather Herr Starr terceira temporada

A temporada não economizou nas cenas gore e nem na violência, embora a violência (na maior parte das vezes) seja tratada com tanto absurdo que não choca, algo semelhante ao que Ash vs Evil Dead costumava fazer.

Cassidy teve um arco mais bem trabalho nesse ano, numa história à parte e com isso outro arco conhecido dos quadrinhos foi introduzido e encerrado nessa mesma temporada: o do Les Enfant du Sang, grupo liderado pelo exótico Eccarius (Adam Croasdell). Cassidy aprende mais sobre seus poderes como vampiro, mas adquire ai da mais humanidade.

O único que anda esquecido faz tempo pelo roteiro é Eugene (Ian Colletti ), ele e Hitler (Noah Taylor) até que tiveram bons momentos perto do fim da temporada (em especial a toda a cena do ônibus), mas nada além disso. Creio que, com as pontas soltas deixadas pelos dois personagens numa possível quarta temporada, eles ganhem mais espaço.

Allfather, Herr Starr com corte na cabeça, as Tumbas, Grail e Les Enfant du Sang fizeram com que a série Preacher continue sendo uma excelente adaptação, incluindo arcos e personagens conhecidos dos quadrinhos, mas mantendo o enredo funcionando para o público da TV.

Review  da primeira temporada
Review da segunda temporada

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s